Emergir

emergir

Nossa mente é tão traçoeira, que quando permitimos ela nos joga em um poço cheio de água suja e insetos assustadores, vindos de todas as dores e mágoas que não deixamos para trás.

Não é possível prever quando isso vai acontecer, pode ser no meio de uma crise de choro ou de riso. É preciso prestar atenção aos sinais, sempre há um sinal de que algo não vai bem. Não seja enganado(a) pela teimosia.

Mas sabe, às vezes  é bom visitar o poço. É importante entender as coisas ruins que guardamos, conhecer a água suja e ser picado(a) pelos insetos. Só que aí você tem que fuçar até o fundo para encontrar a corda que vai tirar nos tirar dessa situação, afinal, a solução normalmente está onde mais temos medo de mexer.

Emergir é preciso, de preferência sem olhar para trás.

badge_post_01BEDA é um projeto inspirado no VEDA (Vlog Every Day April) e que significa Blog Every Day August. O que quer dizer que a ideia é fazer um post por dia –ou, convenhamos, tentar ao máximo!– durante todo o mês de agosto criado pelo grupo Rotaroots, que tem o objetivo de resgatar a época de ouro dos blogs pessoais, incentivando a produção de conteúdo criativo e autoral, sem ser clichê e principalmente, sem regras, blogando pela diversão e pelo amor.

 

6 comentários sobre “Emergir

  1. Eu precisava muito desse teu texto na minha vida. Sim, é preciso conhecer o fundo do poço, às vezes. Às vezes a gente só aprende, só se fortalece e amadurece depois de passar e conhecer situações que não passaríamos se estivéssemos numa boa. Perfeito demais!
    http://mahjestic.com/blog

    1. Que bom que gostou, Ananda <3
      Sim, é muito difícil olhar pra si mesmo e entender que às vezes a gente cria alguns monstrinhos, e que além de ter os monstrinhos fingimos que eles não existem, até eles nos perseguirem. Sim, vamos manter sempre a cordinha disponível 🙂
      Beijos

Deixe uma resposta