Livro lido: Quando o passado não passa

Sempre gostei muito de livros espíritas pois eles sempre tem algo muito legal para ensinar, seja sobre a religião e a fé, como também sobre o verdadeiro amor. Quando o passado não passa, fala muito sobre dois tópicos muito importantes que quero cada dia mais aprender a praticar na minha vida: o amor e o perdão.

Nele conhecemos Rosa Maria, uma jovem simples que viveu em Portugal no século 19. Lá morava com seus pais e irmãos, até que após se consultar com um adivinho, soube e viu seu destino mudar completamente.

Agora com a família desestruturada, acaba por vir para o Brasil com sua melhor amiga Maria Luísa. Só que o que pareceu ser a chance de um recomeço maravilhoso, acaba por ser um dos maiores desafios da vida da jovem. Foi traída, maltratada, odiou e se viu sozinha novamente… mas também aprendeu sobre o amor, amizade e principalmente o perdão.

– A vida é mesmo assim. Conhecemos nela muitas pessoas. Umas boas, outras ruins. Devemos sempre agradecer a Deus quando encontramos pessoas boas. E as ruins também, pois com elas nos aperfeiçoamos cada vez mais.

Veja mais informações sobre o livro

Gostei muito da história também por falar sobre o período da abolição da escravatura e da criação da República do Brasil. É possível aprender um pouco também sobre vida pós-morte, sobre os santos da Umbanda e seus equivalentes no Catolicismo e, claro, se emocionar muito com os reencontros.

Se você acredita em espiritismo ou no mínimo acredita que estamos aqui por um propósito e que temos que fazer boas escolhas para colher bons frutos, esse livro também vai tocar seu coração.

O perdão ainda é o melhor caminho para a felicidade.


Quando o passado não passa – Elisa Masseli
Páginas:325
Nota: ★★★★★

Livro lido: O lado feio do amor

o-lado-feio-do-amor-lombada

O amor tem um lado feio. É o que Tate descobre ao se mudar para a casa do irmão e conhecer seu novo vizinho, Miles.

A relação que a personagem tem com o rapaz é de ódio à primeira vista. Só que aos poucos, ambos os personagens acabam descobrindo que não conseguem ficar longe um do outro. O que Tate não esperava é que Miles viveu algo tão triste, pesado e ruim em seu passado, que não está mais aberto para o amor – principalmente o dela.

Assim que ele aparece, perco a guerra. A guerra que eu nem sabia que estava lutando. Não acontece sempre, mas, quando realmente acho um cara atraente, prefiro que seja alguém com quem quero me envolver.

Então o casal tenta criar um acordo, onde as regras básicas são: que essa relação se resume a sexo e que o passado de Miles não deverá ser citado em hipótese alguma. Só que é óbvio que esses acordos nunca acabam muito bem.

As cenas de amor dos dois são bem picantes e cheias de detalhes, o que dá um toque apimentado na leitura, que é bem legal.

É assim quando alguém se sente atraído por uma pessoa. Ela não está em lugar algum e, de repente, está por todo canto, quer você queira ou não.

o-lado-feio-do-amor

Veja mais informações sobre o livro

Em uma narrativa intercalada entre os personagens, vamos sentindo o drama de Tate ao se apaixonar por Miles e voltamos 6 anos atrás, para quando ele ficou tão magoado que não soube mais como amar.

(…) não sei falar com você. Não sei o que está pensando. Converse comigo. Me diga tudo que já disse na vida. Todas as palavras. Desde a primeira.

Gostei muito de como a autora abordou o assunto, principalmente porque eu mesma tive/tenho medo das mesmas coisas e já me boicotei muito tentando me privar de sofrimentos – coisa que não dá pra controlar. No fim, você nota que perdoar seu passado e seguir em frente é sempre a melhor coisa a se fazer 🙂

O amor nem sempre é bonito, Tate. Às vezes você passa o tempo inteiro desejando que um dia ele mude. Que melhore. E aí, antes que perceba, você já voltou para a estaca zero e perdeu o seu coração em algum lugar no meio do caminho.

– Não é assim. Quando a vida te der limões, é melhor saber nos olhos de quem você precisa espremê-los.

Sempre que estou com Miles, ele preenche meu coração mais e mais, e, quanto mais se infla de pedaços dele, mais doloroso sei que vai ser quando Miles arrancá-lo do meu peito como se seu lugar de direito nunca houvesse sido ali.

As partes bonitas do amor fazem você ficar acima do resto do mundo. Elas deixam a pessoa muito acima das coisas ruins, e a fazem olhar para todo o resto lá embaixo e pensar: Caramba. Que bom que estou aqui em cima.

Ela me trouxe de volta à vida com seu amor.


O lado feio do amor – Colleen Hoover
Páginas: 332
Nota: ★★★★★
Compre o livro em oferta na Amazon

Quando não conseguir lutar, se renda

surrender

Você não quer pensar, não quer sentir…mas é como te mandam não pensar em um urso branco e tudo o que faz a partir daí, é pensar em um gigante, enorme e lindo urso branco.

Quanto mais você evita o envolvimento, o sentimento, mais ele vai se transformando em uma chama, daquelas que crescem e te engolem, e essa chama já te engoliu de dentro pra fora.

Não há como explicar, simplesmente está ali e tudo o que estava milimetricamente planejado já não faz mais sentido. Tudo o que você aprendeu com todas as dores e sofrimentos simplesmente passa a não fazer mais sentido. Simplesmente porque isso não tem mais importância quando ela chegou e te consumiu. Ela? Sim, a esperança.

Você luta. Porque precisa controlar. Porque precisa parar. Porque tem que se proteger. Mas até seu último fio de cabelo quer se entregar àquela sensação de conforto, harmonia e agitação. Você passa a ficar viciado no novo ritmo, das batidas do peito com as borboletas do estômago.

Você não quer pensar, não quer sentir…mas cada pequena palavra e ação te enche de pensamentos e sentimentos, mesmo que seja algo pequeno, minúsculo.

Está ficando cada vez mais difícil lutar contra isso. Você não quer, mas quer muito. Quer porque seu corpo quer, porque sua intuição diz que sim, porque tudo o que você vê aponta que é pra você se jogar e, por mais que seja loucura, por mais que seja precipitado, por mais que você possa se estrepar.. ah, que se dane, você quer se estrepar de cabeça.

Então você entende que é assim que funciona: quando você não consegue mais lutar, você simplesmente se rende, se entrega e deixa que esses sentimentos malucos te levem pra onde quer que seja.

We’ll go surrender to the night
We won’t look back at our lives
And when you sleep, i’ll be there
To kiss your lips, to breathe your air
Right or wrong, it must go on

Além dos meus próprios sentimentos, esse post nasceu de uma pitada de The Calling e a leitura do livro O lado feio do amor de Colleen Hoover