Nostalgia: Super Nintendo no celular

Oie!

Lembro que meu primeiro contato com o Mario Bros e cia. foi por volta dos 11 anos. Um pouco tardio perto de algumas pessoas, mas não menos apaixonado. Eram tardes maravilhosas indo na casa das amigas que tinham o console para poder jogar. Meus favoritos sempre foram o Super Mario World, Donkey Kong, The Lion King e Aladdin. Esses dois últimos, eu só joguei quando fui apresentada ao maravilhoso mundo dos emuladores.

Mas o que é isso? Bom, um emulador, como o próprio nome já diz, é um software que vai simular o funcionamento do videogame no seu computador. Com isso, não é preciso ter vários consoles.

Com a correria do fim da adolescência, faculdade, namoro, fim de namoro etc. eu simplesmente parei de jogar videogame. Até dei uma chance ao Xbox por uns meses, mas eu gosto mesmo é de jogo 2D 😛 então acabei vendendo. Só que eu uso Macintosh e para usar um emulador eu precisaria criar uma máquina virtual e instalar Windows nela, mas né, puta preguiça.

(Eu não encontrei um emulador legal pra Mac até hoje, se você souber, me conta!)

Enfim, falando com um grande amigo meu, fui salva pelo emulador para Android <3 Sério gente, fiquei parecendo pinto no lixo! Todos os jogos que eu mais amava na infância, todos ali na minha mão. Claro que não poderia deixar de compartilhar isso, então fica aqui a dica se você também quer ter um momento nostálgico com os jogos de Super Nintendo!

O emulador

imagem do simulador de super nintendo para celular

O aplicativo que estou usando para emular o Super Nintendo é o Snes9x EX+. Tem na play store, tudo de grátis.

Os jogos

imagem do site loverooms para baixar jogos para o simulador de super nintendo

Bom, aqui são infinitas possibilidades, você pode achar as ROMs (os arquivos dos jogos) em vários sites, em torrent, enfim… por toda a internet eles estão aí para serem usados <3 Eu baixei do site Loveroms que é bem organizado e tem muitas opções – inclusive de outros consoles.

Usando o app para jogar

3

Os arquivos eu baixei diretamente do meu celular, então ficaram todos na pasta downloads, padrão do Android. Você também pode baixar no seu computador e transferir depois. Tendo isso: abra o aplicativo; clique em ‘Load game’ para acessar a pasta onde estão os jogos; clique no jogo que você quer e seja feliz.

4
Joguinhos mais amados <3

Jogando

imagem do jogo super mario world

Todos os controles ficam na tela, a navegação no lado esquerdo e os botões do lado direito. Ainda é possível comprar um adaptador para o controle original do videogame ou aquelas capas que são um controle. Bem provável que eu invista nisso logo, porque às vezes me perco em onde estou tocando na tela – muitas mortes por conta disso.

Jogando com controle

Aqui é pra quem quer se jogar mesmo nessa aventura de voltar aos tempos do Super Nintendo. Encontrei no Mercado Livre um controle, igualzinho ao do videogame, só que Bluetooth para o celular. Na verdade, ele funciona para celular e computador (inclusive vem com um cabo USB). Funciona super bem e custou 289 temeres 😀 O bom é que ele já vem com um suporte mega confortável, pra encaixar o celular e ficar com o controle na mão. To apaixonada <3

base-post

Espero que a dica seja útil e que você se divirta muito! <3

Livro lido: Depois a louca sou eu

capa-tati

Oie!

Ganhei esse livro da minha linda amiga secreta Carol <3 e estou viciada nesse tipo de leitura: de pessoas levemente “fora da curva”. São autores que assumem, sem medos, seus problemas e confusões mentais.

Tati Bernardi conta com humor, como vive sendo uma pessoa com ansiedade e alguns comportamentos obsessivos. Obviamente me identifiquei os padrões de medo e compulsão e principalmente aqueles pensamentos trágicos que aparecem na nossa mente sem que a gente queira.

Eu quero chorar porque sou filha única e jamais deveria ter saído de perto dos meus pais. e se eles precisarem de mim? Quem vai cuidar deles? O que vai ser deles? E se? E se? Vou desmaiar. Certeza.

Acredito que é muito bom ter esse tipo de leitura no mundo literário, porque apesar de não ser um autoajuda ou nem mesmo uma solução para os problemas que temos, é importante sentir que você não está sozinho e que seus medos – que tanta gente pode tentar diminuir – é comum também em outra pessoa.

Me diverti muito com os comentários sobre o Rivotril (um tranquilizante muito usado para acalmar crises de ansiedade) e como ela decidiu e decretou para o seu próprio corpo que não vomitaria nunca mais após uma crise.

E por fim, quem não for um pouco doido, que atire a primeira pedra.

Meu amigo, se você é bizarro, saiba três coisas. (E lá vem momentinho autoajuda, péssimo, mas…) Uma: você não está sozinho. Duas: você é um cara legal, pode acreditar. Três: as pessoas rasas são mais felizes, mas elas nem sentem isso de verdade porque são rasas, então não vale.

Veja mais informações sobre o livro

base-livro

Jura que você precisa de algo “que te tire de você”? Que “te leve daqui”? Eu só quero algo que me devolva a mim.

Esse namorado, vamos chamá-lo de Daniel (adoro que esse é exatamente o nome dele e eu estou realmente expondo a criatura, dane-se), dizia que minha dificuldade em usar salto alto estragou nosso romance.

Depois a louca sou eu - Tati Bernardi
 Nota: ★★★★☆
 Páginas: 144
 Compre o livro em oferta na Amazon

Livro lido: Objetos cortantes

capa-objetos

Oie!

Impressionante. Incrível. Perturbador. Esses são poucos adjetivos para descrever esse livro. Assim como a maioria dos que leio, iniciei o livro sem saber nada sobre a história, nem sequer os comentários da contracapa (até porque se tivesse visto antes o elogio feito por Stephen King eu ficaria com medinho :P).

A história se passa em uma pequena cidade do Missouri, chamada Wind Gap onde a personagem Camille, repórter e personagem principal cresceu e pra onde precisa voltar para fazer uma matéria sobre assassinatos. Lá existem mistérios e muito terror psicológico, que fazem com que a personagem se envolva demais e relembra uma infância cheia de traumas.

Em inglês a depressão é chamada de blues, mas eu ficaria feliz em despertar para um mundo azulado. Para mim a depressão é amarelo-urina. Quilômetros exaustos de mijo fraco.

Eu fiquei chocada com o fim do livro, pois esperava uma coisa e no fim, BAM, você descobre que é pior do que pensava.  Gostei do roteiro, parece realmente que estamos acompanhando a investigação policial junto com a personagem principal – que já tem seus próprios problemas psicológicos para lidar.

Se você gosta de um bom suspense, esse é um livro obrigatório!

Veja mais informações sobre o livro

post-objetosAlgumas vezes, se você deixa as pessoas fazerem coisas a você, na verdade você está fazendo a elas

Sempre acreditei que a sobriedade cristalina era para os de coração duro

Quando uma criança sabe, tão jovem, que sua mãe não se importa com ela, coisas ruins acontecem

Objetos cortantes - Gillian Flynn
Nota: ★★★★★
Páginas: 215
Compre o livro em oferta na Amazon