25 de outubro

imagem de uma menina usando capuz, com os cabelos balançando pelo vento olhando para o horizonte, onde é possível ver o mar e montanhas

Oie!

Para falar a verdade, eu tinha escrito um outro texto para postar hoje, mas desisti. Era um texto triste e cheio de uma saudade estranha, com mágoa, sabe? Um texto para contar com pesar que eu sofro porque não tenho o que achei que teria nesse 25 de outubro de 2016.

É engraçado, mas depois que eu escrevi, me senti mais aliviada e aquilo simplesmente parou de fazer sentido. Já aconteceu com você?

Eu notei que algo mudou, sabe o que? Eu simplesmente resolvi me desculpar. Pois é, me desculpar.

Hoje eu me desculpo por todas as vezes que me cobrei demais por tudo e por tudo o que planejei ter saído do meu controle. Afinal, que tipo de controle é esse que eu pensei ter, não é mesmo?

Hoje eu me perdoo por esperar demais, querer demais e sentir demais. Também me perdoo por tentar controlar tudo demais e por não me permitir simplesmente viver um pouco o presente, o agora – que já me presenteou com a vida e com tantas outras coisas boas.

Hoje é 25 de outubro de 2016 e eu decidi que o que não aconteceu não me machuca mais. Que eu vou ficar com a saudade, porque o que é bom é pra ser lembrado, mas sem mágoa e sem culpa. Fico com as lembranças e com as experiências adquiridas e serei grata por todas elas.

E o que é ruim, a partir de 25 de outubro de 2016, eu não cultivo mais.

2 comentários sobre “25 de outubro

Deixe uma resposta