Sobre a vida e as dores

base-postMuitas coisas acontecem nas nossas vidas diariamente e seja por referência, educação, hormônios, rotina etc. cada pessoa reage à cada coisa de uma maneira diferente.

Dor, solidão, sofrimento são coisas muito individuais e jamais podem ser comparadas ou minimizadas. Minha mãe, por exemplo, perdeu um filho antes de mim e depois ficou viúva e seu jeito de enfrentar isso foi se focar em cuidar de mim e seguir em frente. Já eu, por exemplo, já fiquei muito estagnada por problemas muito menores que isso, mas, não quer dizer que não posso sofrer e reagir dessa forma porque não foi tão grave quanto o que ela passou.

Enfim, o problema dos sofrimentos e que eles geralmente nos modificam muito rapidamente e nem sempre estamos prontos para acompanhar essas mudanças. Você pode pensar que a dor só aprisiona e que você só está perdendo tempo na vida, mas se for olhar bem de pertinho, você vai ver o quanto isso te modifica – para o bem e para o mal.

Hoje me olhei no espelho e não me reconheci. Olhei minhas fotos e não me enxerguei nelas. Não me vi nos sorrisos e nem nos lugares onde estive. Eu sei que é só um momento e que essas coisas passam – até porque já estive aqui antes – mas as coisas vão acontecendo e você só consegue se sentir muito perdido e triste.

Por fora, você mantém a postura, os sorrisos, segue trabalhando. Por dentro, é só uma grande bagunça, barulho, confusão, culpa e arrependimentos. Sim, é um desperdício de tempo sentir culpa e arrependimento, porque o que foi feito não pode ser desfeito, mas ao mesmo tempo, é algo muito bom e necessário, principalmente para se avaliar e não cometer os mesmos erros novamente.

Hoje me olhei no espelho e não me reconheci. Eu avaliei tudo o que fiz e não gostei. EU perdi tempo com coisas que não me levaram à lugar algum e desperdicei oportunidades por medos, receios e coisas da minha cabeça que deixei que me controlassem.

Hoje não gostei de quem sou e do que andei fazendo comigo mesma e também com outras pessoas.

Hoje quero me desculpar, comigo e com o universo e tentar novamente. Torcer e esperar por uma oportunidade de fazer as coisas de uma forma correta.

A partir de agora, quero me olhar no espelho e ver refletido tudo aquilo o que de fato sou.

 

 

4 comentários sobre “Sobre a vida e as dores

  1. Eu tenho vontade de esfregar sua cara no chão e te encher de porrada!!!
    Sabe quando você legal, e esse algo, parece que foi escrito exclusivamente pra você?? Pois é, essa coisa é meio doida!!
    “Porque dor é vida.
    Mas você pode escolher sua dor: a dor em busca do sucesso, ou a dor de ser perseguido pelo arrependimento…
    O passado não te define…
    As vezes você precisará saltar e abrir as asas na descida. É melhor tentar antes que seja tarde, porque na vida todo tempo é pouco.”
    É migaaaa, tamo junto!!!

    1. HAHAHHAHAAHAHA acho que ando merecendo, viu? Queria ter dito esse choque de realidade antes, mas não adianta agora ficar no “deveria ter…”. Que bosta, vamos beber! HAHA

  2. APOSTO que esse espelho agradece todos os dias por poder te refletir, nos amplos significados dessa palavra.

    Sobre o desperdício de tempo em sentir culpa e arrependimento, veja sempre o que você aprendeu com esse tempo, com esse arrependimento. Não dá pra mudar o que foi feito, mas podemos usar as experiências anteriores pra ser cada vez “melhor”.
    🙂

Deixe uma resposta