Sobre a ausência

ausenteCaramba, quase 2 meses se passaram sem que eu aparecesse por aqui. Confesso que não foi por falta de vontade, sempre que tinha um tempinho, anotava posts e ideias – que ainda preciso organizar para transformar em posts.

Enfim, muitas coisas aconteceram, como as coisas acontecem: todas sem que eu pudesse controlar e prever. Tenho trabalhado em excesso, tanto no trabalho convencional quanto com os projetos que acabam entrando eventualmente como freela, voluntariado ou organizando a vida mesmo. O mais estranho na verdade é que a relação tempo / espaço está muito estranha pra mim ultimamente. Quer dizer, sei que se passaram quase 2 meses desde o meu último post, mas às vezes parece que foi ontem e às vezes parece que já faz um ano que não estive “aqui”.

Creio que minha ausência vai além da ausência de estar presente no blog. Minha ausência é uma ausência de mim mesma, eu não estou presente aqui, comigo. É louco, eu sei. Torço para que alguém também se sinta assim e possa compartilhar comigo como é não saber voltar e se achou o caminho de volta.

Meu remédio tem sido fazer coisas. Estou cansada e ainda estou fazendo coisas. Eu devia estar descansando mas estou fazendo coisas. Isso me mantém de alguma forma “presente”. É possível ver que estou presente porque aquela determinada coisa está feita. Deveria funcionar, mas não funciona.

Pretendo voltar a postar – não com a mesma regularidade, mas pelo menos voltar – nessa semana. Torcendo sempre para que eu me ache por aí e volte a me sentir aqui – e isso sempre vai soar muito mais louco do que realmente é (ou não).

Se me vir por aí, diga que cansei da ausência de mim mesma

4 comentários sobre “Sobre a ausência

  1. É parece tudo bem louco mesmo. O que importa de verdade é que você não é a única a se sentir assim e partilhar aqui as idéias e pensamentos nos faz sentir menos sós nesse mundo louco de correria constante.

    1. Com certeza… essa sempre foi a minha ideia quando comecei o blog, partilhar um pouco pra não me sentir sozinha e também pra que as pessoas não se sentissem assim. =)

  2. Que poético esse post! kkkkkkk ^^ Adorei!
    Eu faço os posts durante a semana e publico no meu blog quando sinto vontade, sem regras! Prefiro assim! Acho que fica mais espontâneo! ^^
    É bom escrever! É libertador, terapêutico até! :3 Amo!
    Continue sempre <3

    1. Brigada pelo apoio Gi <3
      Geralmente penso em muitas coisas pra escrever durante todo o dia... hahaha mas quase não tenho tempo pra reproduzir aqui, o que eu acho uma pena =( Mas vamos tentando, né?
      Beijo!

Deixe uma resposta