Livro lido: Cartas extraviadas e outros poemas

capa-martha

Oie!

Eu conheci a Martha Medeiros dos textos prontos de Facebook, sabe? Depois me interessei pelo livro Tempos Extremos e após ler, me apaixonei muito pela sua forma tão deliciosa de escrever.

Sabe aqueles livros que você tem a sensação de mergulhar e não querer mais sair? Pois é. Tão humana, tão real. Comprei depois mais dois livros dela e o primeiro deles que li foi Cartas Extraviadas e outros poemas. Como o próprio título diz, são apanhados de pensamentos, cartas e poemas da autora.

A cada pedaço lido, ficava mais curiosa sobre o contexto em que foram escritos. São tão ligados ao cotidiano, que às vezes parecia que eu mesma tinha escrito.

O livro é bem curtinho, mas muito intenso. Agora Martha Medeiros já entrou pra lista de autoras favoritas <3

miolo-martha

saudade eu tenho do que não nos coube
lamento apenas o desconhecimento
daquilo que não deu tempo de repartir
você não saboreou meu suor
eu não lhe provei as lágrimas
é no líquido que somos desvendados
no gosto das coisas o amor se reconhece
o meu pior e o meu melhor e os seus
ficaram sem ser apresentados

dizer não pra você
é como fincar em mim mesmo um prego
crucificado seja o meu amor
dizer não pra você
é flagelo fecundo
me firo inteiro e cego
dizer não pra você é um tour
pelo inferno

para mim e para você, escrevo que, daqui de onde me encontro, você está longe e perto, e eu estou sozinho e não…

sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço é covarde mas atento, meio fajuto meio autêntico, sumi porque sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência, pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seu lado, a saudade faz mais por nós que nosso amor e sua desajeitada e irrefletida permanência.

Autora: Martha Medeiros
Nota: ★ ★★☆☆
Páginas: 130

 

Deixe uma resposta