Desculpa, mas não vou me desculpar

Não posso me desculpar por não ter medo de demonstrar o que sinto, de correr sim atrás, de insistir e de lutar por aquilo que quero.
Não posso me desculpar se você não for o que eu esperava e isso partir meu coração.
Não posso me desculpar por sofrer intensamente por tudo aquilo que acredito.

Não posso me desculpar se gosto de passar o dia usando pijamas e que mais do que parecer forte, quero poder ser fraca nos braços de alguém.
Não posso me desculpar por ser boca suja e até mesmo um pouco grosseira, mas amar receber e dar carinho.
Não posso me desculpar pelas séries que deixei atrasar porque ler um livro estava mais interessante.

Não posso me desculpar por me preocupar, mesmo que você não dê a mínima.
Não posso me desculpar por amar os gatos, cachorros e querer ter um zoológico na minha casa.
Não posso me desculpar por amar abraços e sorrisos.
Não posso me desculpar por planejar demais as coisas e ao mesmo tempo viver sonhando, no mundo da lua.
Não posso me desculpar por não conseguir ficar longe.
Não posso me desculpar por amar te tocar e por me viciar em você.

Não posso me desculpar porque às vezes quero beber cerveja, ou talvez uma caipirinha ou ainda um drink com malibu, que é meu novo vício.
Não posso me desculpar porque mudo meu cabelo quase como mudo de roupa.
Não posso me desculpar porque eu gosto de unhas vermelhas poderosas e às vezes deixo elas sem fazer, todas roídas.
Não posso me desculpar pelas minhas tatuagens e por sempre querer fazer mais uma.
Não posso me desculpar por gostar de andar descalça.

Não posso me desculpar por às vezes não acreditar, em mim e em você.
Não posso me desculpar se às vezes eu perco a esperança e no minuto seguinte, tenho toda a força do mundo para fazer qualquer coisa.
Não posso me desculpar por me importar demais.
Não posso me desculpar por exigir o meu e o seu melhor.
Não posso me desculpar por às vezes ficar indignada com as pessoas que desperdiçam as oportunidades que eu gostaria de ter tido.

Não posso me desculpar porque gosto de cozinhar, mas não de lavar louça.
Não posso me desculpar porque às vezes só quero jantar pipoca.
Não posso me desculpar pela preguiça que às vezes só me permite ir do banheiro para a cama.

Não posso me desculpar por viver cantarolando e nem por amar demais Metallica e não gostar muito de Iron Maiden.
Não posso me desculpar se às vezes quero dançar Katy Perry e tenho uma playlist de sertanejo antigo no Spotify.
Não posso me desculpar por ser viciada em shows, chocolate e materiais de papelaria.
Não posso me desculpar por pensar demais.
Não posso me desculpar por pensar demais em você.

Não posso me desculpar por estar sempre disponível e ser meio workaholic.
Não posso me desculpar por ser viciada em Instagram e escrever – mesmo que eu ache que ninguém lê.
Não posso me desculpar por falar de mim e expor meus sentimentos para todo mundo ver.
Não posso me desculpar por confiar nas pessoas e deixar de confiar com a mesma velocidade quando me decepcionam.

Não posso me desculpar se gosto de falar sobre minhas experiências e por querer que você me conheça por completo.
Não posso me desculpar se às vezes espero que você chegue de coração aberto e um chocolate nas mãos.
Não posso me desculpar se quero uma casa com gatos e decoração nerd e por pensar em ter uma casa assim.

Não posso me desculpar quando tenho medo e acho que não sou capaz, e por ficar sem graça quando dizem o oposto.
Não posso me desculpar por querer segurar sua mão.
Não posso me desculpar se eu te assusto sendo do jeito que eu sou.
Não posso me desculpar se você não entende a loucura de ser eu.
Desculpa, mas não posso me desculpar por ser quem eu sou.

4 comentários sobre “Desculpa, mas não vou me desculpar

Deixe uma resposta